Fraya Frehse

Foto da docente Fraya Frehse, do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP

Área(s) de pesquisa: Sociologia da Cidade; Sociologia do Espaço (e do Corpo); Sociologia do Cotidiano; Sociologia Histórica

Tema(s):  teoria urbana; espaço, vida cotidiana e história; espaço e tempo na sociologia; corpo, espaço público e urbanização (no Brasil); mobilidade urbana; desigualdade/pobreza urbana; patrimônio cultural; cultura visual urbana; sociologia do conhecimento cotidiano.

Link(s) para site(s): Lattes | Academia | ResearchGate

E-mail: fraya@usp.br

Telefone: +55 11 30910244

Sala: 2139

Minicurrículo:

Professora livre-docente (2017) do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo, Fraya Frehse é bacharel (1996) e licenciada (2001) em ciências sociais pela mesma Universidade, onde fez o mestrado (1999) e o doutorado (2005) em antropologia social, com doutorado-sanduíche na Oxford University (2002-2003) e pós-doutorado (2010) em sociologia (da cidade) na Freie Universität Berlin e na Humboldt-Universität zu Berlin sob os auspícios da Alexander von Humboldt Foundation, da qual é alumna desde então.

É também bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (2018). Pesquisadora visitante na École des Hautes Études en Sciences Sociales, na Freie Universität Berlin, na Humboldt-Universität zu Berlin, na Technische Universität Darmstadt e na Université Paris Diderot, além de professora visitante na Universidad Nacional de Cuyo e na Freie Universität Berlin, ocupou, nesta última instituição, a posição de titular da Cátedra "Sérgio Buarque de Holanda" de Estudos Brasileiros (2014).

Foi representante dos departamentos de Sociologia e Antropologia da USP no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAAT) (2008-2009), é sócia efetiva da Associação Brasileira de Antropologia (desde 2005) e da Sociedade Brasileira de Sociologia (desde 2006).

Tem experiência nas áreas de antropologia e de sociologia em sua interface com a história, com ênfase em estudos urbanos, trabalhando principalmente sobre os seguintes temas: vida cotidiana e história no e pelo espaço (corporal e/ou urbano); espaço e corpo como objetos de conhecimento sociológico; mobilidade urbana; patrimônio cultural; corpo, espaço público e cidade/urbanização no Brasil; usos corporais dos lugares públicos (com destaque para ruas e praças); imagem (em especial, a cultura visual das ruas) no Brasil; cidade de São Paulo (história).