Gustavo Venturi

Foto do docente Gustavo Venturi, do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP

Research Areas: Political Sociology; Research Methods in Sociology; Sociology of Culture

Research Themes: political culture; social markers of difference (gender; sexuality; race; ethnicity; social class; youth; old age); morality; identity; intersectionality; human rights

Link(s): Lattes

E-mail: gventuri@usp.br

Phone: +55 11 30913716

Room: 2137

Short Biography:

Professor do Programa de Pós-Graduação e do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo. Concluiu mestrado em Sociologia (1995) e doutorado em Ciência Política (2003), ambos pela USP.

Estruturou e coordenou o Núcleo de Opinião Pública da Fundação Perseu Abramo (2007-2014), desenvolvendo pesquisas de cultura política e estudos sobre marcadores sociais da diferença (gêneros e sexualidades, raças e etnias, classes sociais, juventudes e velhices). Atualmente articula esses temas em pesquisa sobre moralidade, tolerância à pluralidade identitária, interseccionalidades e direitos humanos.

Especialista em métodos e técnicas de pesquisa (quantitativas e qualitativas), desde 1996 tem atendido diversas entidades - ONGs, sindicatos, partidos, associações - entre elas o SESC (2006-2013), a OIT (2013-16) e ONU Mulheres (2016-17). Consultor de campanhas eleitorais, foi diretor da Criterium Assessoria em Pesquisas (2001/08), focada na avaliação de políticas públicas, atendendo governos municipais e federal em diferentes áreas.

Trabalhou 11 anos no Instituto de Pesquisas Datafolha (1985/96), dirigindo-o por 4 anos. Na USP é coordenador-adjunto do Consórcio de Informações Sociais (CIS, fruto de convênio USP/Anpocs), co-tutor do PET-CS (Programa de Educação Tutorial, do MEC), representante do DS na Comissão de Direitos Humanos da FFLCH e assessor do Escritório USP Mulheres.

É pesquisador do Núcleo de Estudos para Prevenção da Aids (Nepaids - USP), do Grupo de Pesquisa em DH (IEA - USP), do Centro de Estudos de Opinião Pública (CESOP - Unicamp) e do grupo de pesquisa Opinião Pública: marketing político e comportamento eleitoral (CNPq - UFMG).