Corpo

O projeto de pesquisa

Não deverá exceder 20 páginas, em corpo de letra 12 e espaço 1,5, aí compreendidos todos os itens sugeridos abaixo, inclusive a bibliografia utilizada e aquela que ainda se vai consultar.

1. O tema e sua justificativa Apresentação do tema geral no qual se insere a pesquisa, bem como a justificativa para a sua investigação. Neste item faz-se a revisão da bibliografia sociológica existente sobre o tema e mostra-se a importância do estudo.

2. Delimitação do problema da investigação Com base no balanço bibliográfico anterior, define-se aqui o problema da investigação, quer dizer, a questão sociológica a ser investigada. Isto envolve, de um lado, tornar claro o esquema teórico geral (referências teóricas, paradigma, modelo, corrente científica) dentro do qual a questão formulada é significativa e, de outro, definir o mais precisamente possível os conceitos utilizados na formulação da questão.

3. Objeto e hipóteses Neste item deve-se delimitar o universo e o recorte empírico de investigação da pesquisa e do problema sociológico por ela proposto, definindo mais precisamente o que se vai investigar visando à discussão do problema de investigação exposto no item anterior. Aqui se deve, também, apresentar, quando houver, a(s) hipótese(s) – explicação(ões) provisória(s) construída(s) antecipadamente -, que será(ão) examinada(s) no decurso do trabalho teórico e/ou de campo. Estudos teóricos, descritivos ou exploratórios (especialmente quando se trata de objeto novo ou pouco estudado) podem dispensar a construção de hipóteses e, nesse caso, é necessário justificar o caráter descritivo ou teórico do projeto.

4. Metodologia e Procedimentos da Pesquisa Aqui a pesquisa é definida em termos de seus conceitos metodológicos de referência e do arcabouço conceitual mais direto com o qual se vai trabalhar na análise do material mais direto de pesquisa. Descrevem-se também as técnicas de investigação do material a ser pesquisado, local, fontes, informantes, arquivos, jornais, bancos de dados, bibliotecas, sites da Internet, etc. Se a pesquisa Universidade de São Paulo Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas comporta trabalho de campo, seus procedimentos devem informar se a pesquisa será qualitativa ou quantitativa, se de universo ou amostral, se através de entrevistas gravadas ou escritas, ou se por aplicação de questionário ou formulário. Quando se usar entrevista ou aplicação de formulário/questionário, um modelo preliminar do instrumento deve ser anexado ao projeto. No caso de pesquisa estritamente teórica, as bibliotecas e arquivos a serem usados, bem como outras fontes, devem ser devidamente nomeados. As técnicas de análise de dados (qualitativas e quantitativas), se for o caso, devem, por sua vez, ser explicitadas.

5. Cronograma Um cronograma mês a mês deve indicar as diferentes etapas da pesquisa, incluindo leitura, trabalho de campo, tratamento de dados, interpretação, redação da dissertação/tese, impressão. O tempo total para a realização plena do projeto (em meses) não pode exceder os prazos estipulados para a realização da pesquisa no mestrado e doutorado. Descontados dois semestres para a realização dos créditos de disciplinas e seminários, o tempo disponível para a feitura da dissertação de mestrado é de um ano e para a tese de doutorado, de três anos.

6. Orçamento Todos os gastos devem ser estipulados item por item, quando for o caso.

7. Bibliografia A bibliografia deve ser listada, com a indicação do que já foi lido e do que ainda deverá ser objeto de consulta. Boa parte da pesquisa bibliográfica deve ser feita para a elaboração do projeto (Ver item 1), alguns itens podendo ficar como etapa da própria pesquisa. A Biblioteca de Filosofia e Ciências Sociais da FFLCH/USP, assim como outras, conta com serviço de consulta em CD-ROM para levantamentos bibliográficos e há também muitos sites na Internet que podem auxiliar nessa tarefa.