FSL 0659 - TÓPICOS ESPECIAIS EM SOCIOLOGIA CONTEMPORÂNEA - SOCIOLOGIAS DO COTIDIANO

Cabe desnaturalizar sociologicamente o cotidiano como modo de vida. Importa, pois, retirá-lo de sua aparente obviedade e insignificância assumindo como ponto de
referência de natureza epistemológica, para a sua compreensão, aquilo que Florestan Fernandes certa vez chamou de “teia de interações e relações sociais”, mas que
também contém representações e é inerente também ao cotidiano, como fenômeno social que é.